7 Passos Para Escolher ou Vetar uma Empresa de Engenharia

Marcel de Roure
Por Marcel de Roure CEO e Engenheiro Chefe na Lince | Automação e Controle Publicado em Atualizado em

O processo de encontrar uma empresa de engenharia qualificada para o seu projeto exige esforço e atenção aos detalhes.

Experiência, recursos humanos e financeiros são fatores cruciais a serem considerados na busca do parceiro correto.

Por vezes, vários dos instrumentos, sistemas de automação e aparelhagem necessários para uma indústria operar corretamente ficam a cargo da engenharia que você decidir contratar.

Você sabe o trabalho que dá quando a gente começa a pensar, orçar, testar, aprovar e instalar cada parte de uma planta.

Sempre fica faltando alguma coisa.

Evitar esse tipo de aborrecimento é um dos motivos para você buscar a ajuda de uma empresa especializada.

Agora vamos direto ao assunto.

Elencamos 7 passos que você deve seguir para entender se deve ou não contratar uma empresa de engenharia para o seu projeto de automação ou instrumentação industrial.

1) Critérios de seleção

Procure uma empresa que tenha uma longa lista de projetos bem sucedidos nas áreas que você está procurando.

Confira detalhadamente as referências que ela fornece e descubra quanto tempo ela tem estado no campo.

É fundamental que ela possua uma ampla gama de produtos e que tenha pessoal suficiente para lidar com todas as várias áreas que um projeto exige.

Quanto mais a engenharia transparecer confiabilidade, maior a chance dela atender a demanda que você precisa suprir.

2) Desconfie das promessas “boas demais para ser verdade”

Se durante as negociações e os requisitos de configuração a empresa repetidamente afirmar que “não há problema, isso é fácil, podemos fazer tudo o que você quer”, você pode ter certeza de que não só não será tão fácil, como será um grande problema para você.

A engenharia deve provar que entendeu suas necessidades, que não subestimou o projeto e que ela tem experiência com projetos semelhantes.

Seja especialmente cuidadoso se você receber um preço muito menor do que o esperado ou do que outras pessoas te passaram.

3) Familiaridade com os padrões

Descubra com quais parceiros a engenharia trabalha.

Também é importante ver como ela gerencia um projeto.

Por exemplo, na parte de automação e integração de sistemas, pode ser interessante saber se ela segue as metodologias padronizadas como a ISA S88/95.

Não que isso seja fundamental, mas se ela não têm uma metodologia para sua biblioteca de código e nem sequer está cientes dos padrões, esqueça!

4) Experiências recentes

Experiência sempre deve ser levada em conta, mas que tipo de experiência estamos falando?

Ter experiência recente naquilo que você precisa é fundamental para a seleção do seu fornecedor.

Devido ao colapso financeiro que enfrentamos na economia do país, as engenharias deixaram de ser tão abundantes como eram anteriormente. Muitas se encontram frágeis, incapazes de sobreviver à uma nova turbulência econômica e manterem-se atualizadas sobre novas tecnologias, novos hardwares e softwares.

Muitas reduziram o pessoal, minimizaram as oportunidades de educação em tecnologia e fizeram outros cortes.

Fique de olho, pois todos estes fatores adicionam risco ao seu projeto.

5) Faça o dever de casa!

O planejamento está completo, os cronogramas determinados, os orçamentos e o ROI calculados.

O que poderia dar errado? Muito!

Nunca é demais obter referências, ver um sistema projetado e implementado pelo parceiro em questão.

Nunca é demais executar extensivas verificações de crédito e de saúde financeira de quem você está contratando.

Nada é mais sério do que ter um integrador sem dinheiro antes de o projeto ter sido concluído.

6) Teste a equipe

Você contrata uma engenharia justamente para evitar dor de cabeça.

Então tenha certeza do que você está contratando.

Você deve sempre testar a equipe da engenharia que deseja contratar.

Verifique os recursos da engenharia realizando um teste para o pessoal que executará o trabalho em seu projeto.

Certifique-se de que essas pessoas estejam listadas no contrato, incluindo candidatos alternativos ou substitutos.

Nada pode ficar de fora da sua avaliação.

7) Fique de olho!

Um dos fatores mais importantes na seleção de uma engenharia é a sua dedicação ao desenvolvimento de uma boa proposta de projeto.

Evite qualquer engenharia cuja proposta tenha apenas uma ou duas páginas. Sua operação é coisa séria.

Se os requisitos e os termos da proposta que você receber estiverem devidamente definidos desde o início, o resultado será um projeto sem ordens de alteração ou com mínimas correções.

Sem falar que você vai se livrar de uma série de modificações de escopo, o que significa evitar gastos mais elevados do que originalmente estimado.

Esperamos ter ajudado você a saber se deve ou não contratar uma empresa de engenharia para o seu projeto.

Obrigado pela leitura de todo esse material preparado especialmente para você que está diariamente em instalações industriais.

Assine nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades sobre o universo da engenharia de processos e Instrumentação Industrial.

Quer contar com a sua instrumentação com a LINCE no seu processo?

Guia Definitivo de Medição de Nível - Banner

Compartilhe

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão.