Automação Industrial – O cenário brasileiro em 4 questões urgentes

Marcel de Roure
Por Marcel de Roure CEO e Engenheiro Chefe na Lince | Automação e Controle Publicado em Atualizado em

A Automação Industrial traz uma série de benefícios aos mais diversos setores da sociedade.

Como todo bom profissional, você sabe do conforto e das facilidades que a automação industrial pode proporcionar.

O grande problema as vezes passa por convencer o comitê executivo ou o diretor da indústria em que trabalhamos de investir nestas melhorias de processo.

Para conseguir aprovar um projeto de automação ou pequenas iniciativas em instrumentação industrial precisamos ter bons argumentos.

É preciso que todas as dúvidas sobre a urgência de um investimento em automação industrial sejam respondidas.

Foi por isso que desenvolvemos esse breve artigo sobre o cenário e os desafios da automação industrial no país.

É na hora de repensar o desenvolvimento da automação e de cada instrumento da indústria que você trabalha.

Apresentamos 4 perguntas fundamentais para você levar em consideração. 

Por que o Brasil não está avançando na automação industrial?

O Brasil parou de investir em automação industrial mais por receio do empresariado da indústria, do que pela economia em si.

É evidente que a recente crise econômica deixou todos pensando duas vezes antes de qualquer salto mais audacioso.

Este receio está, na verdade, atrelado à falta de visão do cenário para os próximos anos, mas já está mudando.

Os empresários que hoje estão saindo da zona de conforto e passando a investir em automação industrial já estão colhendo os frutos dessa iniciativa.

Além do investimento em automação, atrair e reter os talentos de técnicos em automação e instrumentação industrial, vêm se destacando no mercado nacional e internacional.

A mão de obra qualificada nunca foi tão valorizada e necessária para os desafios de uma promissora retomada do mercado.

Contudo, o medo que o empresário da indústria possui não é de hoje, sendo que o governo brasileiro já há alguns anos vem reduzindo o investimento na indústria de transformação e transferindo esse aporte financeiro para indústria de bens primários.

Essa estratégia acaba retrocedendo o avanço do Brasil e diretamente gerando o desemprego.

O que causa receio no empresário da indústria?

Os olhos do governo voltados para a indústria primária é o que causa maior temor nos empresários da indústria nacional.

A instabilidade econômica instaurada no Brasil e a competição desleal imposta por produtos oriundos de países com a mão de obra barata, atualmente, são as “desculpas” mais utilizadas pelos empresários da indústria.

Por que consideramos este tipo de postura como apenas “desculpa”?

Pelo fato de que a melhor saída para o desenvolvimento da indústria está em criar estratégias de investimento em automação industrial. Só assim é possível fazer frente a países que utilizam de mão de obra barata para a produção, como é o caso da China.

O custo da mão de obra se torna nulo através do investimento em automação industrial.

A vantagem competitiva de uma indústria nacional em relação a estes países torna-se um diferencial.

A resposta à questão levantada transforma a aparente ameaça em oportunidade real de desenvolvimento.

Então, investir em automação industrial é uma boa saída?

Não só é boa, como é uma saída estratégica para se adequar a situação econômica do nosso país.

Automação industrial não significa trocar a mão de obra atual por robôs.

Entenda que a automação industrial se torna eficaz quando ocorre a profissionalização da mão de obra em conjunto com mecanismos de automação industrial.

Só assim, produzindo resultados exponenciais tanto em quantidade quanto em qualidade e custo final de produtos.

O empresário da indústria, principalmente a de transformação, precisa aproveitar este momento de desvalorização do câmbio frente ao dólar para intensificar o investimento em automação industrial.

Deve visar o mercado externo para colher frutos imediatos e já ir logo traçando novos objetivos para daqui 4 ou 5 anos no mercado interno, período previsto para a recuperação total da economia e câmbio.

Coisas boas vem aí. Acredite, invista e aproveite.

Afinal, no que consiste a Automação Industrial?

A Automação Industrial é uma ciência que estuda técnicas e medidas para diminuir a utilização de mão de obra humana em um processo, ou seja, trata-se de uma forma eficaz de substituir o trabalho manual pela máquina ou robótica visando sempre a produtividade da Indústria.

Aliada à Automação Industrial, a Instrumentação Industrial está preocupada com o aperfeiçoamento do controle e/ou desempenho dos processos industriais, como o aumento de segurança de máquinas e pessoas.

A Automação Industrial quando utilizada com critério, de forma planejada e com instrumentos eficientes, reduz custos, aumenta a produtividade e contribui com qualidade, controle e segurança na produção.

A principal melhoria alcançada pela automação industrial envolve a produtividade. Todo investimento em automação deve refletir tanto financeiramente como segurança para as operações.

Embora a tecnologia que implementa processos ou sistemas automatizados modernos exija diferentes graus de investimento, os resultados são definitivamente garantidos e extremamente recompensadores.

O objetivo de qualquer tipo de automação é aumentar a eficiência da indústria, maximizar a produção com o menor consumo de energia e/ou matérias primas e dar uma contrapartida ambiental com uma menor emissão de resíduos na natureza.

Mesmo com dinheiro em caixa e possibilidade enormes de captação de recursos, muitos empresários ainda não conseguem dar o passo seguinte para o sucesso.

As indústrias que ainda resistem aos benefícios da automação industrial estão condenadas ao total fracasso.

Esperamos que você tenha entendido a urgência do investimento em Automação Industrial.

Coloque em prática nossas dicas.

Assim como você, nós entendemos todos os problemas que assolam uma instalação.

A automação influencia diretamente a produtividade da indústria que você trabalha.

Como destacamos ao longo do texto, analisar onde e em qual intensidade o investimento em automação industrial deve ser feito, é fundamental.

Obrigado pela leitura do nosso material.

Para acompanhar de perto cada uma das nossas publicações, cadastre-se na newsletter do Blog e faça parte dessa rede de instrumentistas que cresce a cada dia.

Quer contar com a sua instrumentação com a LINCE no seu processo?

Guia Definitivo de Medição de Nível - Banner

Compartilhe

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão.