Automação de processos na indústria: tudo o que você precisa saber

A automação de processos industriais – mais conhecida como Automação Industrial – tem a função de ajudar as empresas a terem processos mais eficientes e produtivos. 

O papel de uma boa administração é conseguir identificar em quais momentos da produção a planta conta processos críticos e que necessitam de melhora, para que seja possível encontrar as formas mais efetivas de aplicar a Automação Industrial.

Se você traçar um plano bem detalhado e eficiente da aplicação de equipamentos para automatizar seus processos, poderá inserir com destaque a sua empresa em um mercado cada vez mais competitivo, com grandes lucros e uma produção eficiente.

Para isso, é necessário conhecer mais sobre a automação de processos na indústria. Continue lendo o post e confira tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

O que é a automação de processos na indústria?

A palavra “automação” vem do latim “Automatus”, que significa “mover-se por si só”. Então, o papel da automação em processos industriais é o de fazer com que os mecanismos de uma máquina cuidem do seu próprio funcionamento, diminuindo ao máximo a necessidade da mão de obra humana.

Além disso, desde os primórdios da revolução industrial, as máquinas têm como propósito central tornar os processos cada vez mais eficientes. A automação de processos na indústria existe para aperfeiçoá-los ainda mais e reduzir custos, aumentando a repetibilidade de uma função e diminuindo a chance de ocorrer algum erro ao longo da produção.

A automação de processos é muito abrangente, abarcando desde portas eletrônicas e elevadores, até robótica em linhas de produção. Para que seja possível colocá-la em prática, os profissionais da área utilizam equipamentos que têm o objetivo de tornar processos de fabricação mais eficientes, gerando produtos com qualidade superior ao mesmo tempo  em que o custo é reduzido.

Qual a importância de investir na automação de processos na indústria?

Primeiramente: não confunda Automação Industrial com Instrumentação Industrial. Apesar de estes dois termos possuírem pontos em comum, os objetivos finais são diferentes. 

A automação de processos industriais tem o objetivo de tornar os processos cada vez mais autônomos, com o mínimo de intervenção humana possível, seja em equipamentos individuais ou interligados através de sistemas.

Automatizar os processos traz diversos benefícios para a sua indústria, como exemplos:

Maior produtividade para o processo e segurança para os trabalhadores

Quando há o aumento da demanda no mercado, a tendência das empresas é contratar mais funcionários para manter a produção acontecendo pela maior parte do tempo, chegando a até três turnos por dia. Ainda assim, a planta precisa parar a produção em alguns momentos, como nos casos de manutenções e feriados.

Com a automação dos processos industriais, é possível manter a produção rodando 24 horas por dia, 7 dias por semana, 356 dias por ano, sem a necessidade de contratar mais funcionários e, em muitos casos, colocar trabalhadores em situações insalubres ou arriscadas no ambiente de trabalho.

Desta forma, os colaboradores podem ser alocados para outras funções, longe da produção ou em processos que necessitem menos da presença deles no chão de fábrica.

Mais qualidade e precisão na produção

Com a diminuição na utilização da mão de obra humana, em detrimento das máquinas que controlam os processos, o fator de erro humano diminui também. Robôs não possuem diversas necessidades, como pausas para descanso, alimentação, idas ao banheiro.

Quando programados para uma função, os robôs irão realizá-la com um alto grau de repetibilidade e precisão, até que alguma manutenção seja necessária. Isto resulta em produtos de qualidade mais elevada e menos desperdício de matéria-prima.

Maior confiabilidade das informações

Tente visualizar a quantidade de informações que estão disponíveis em sistemas de produção, gerenciamento corporativo e de clientes, só que de forma integrada. Além disso, imagine a qualidade das análises que podem ser feitas com todos estes dados. Parece impossível, concorda?

Com a facilidade de acesso a estas informações, por meio de sistemas automatizados, é possível tomar decisões mais assertivas e em tempo real, visando sempre uma maior competitividade, otimização de qualidade, economia de energia, de orçamento e outros.

Desta forma, os processos industriais ganham mais confiabilidade e ocorre a diminuição do desperdício de material e de dinheiro com paradas de planta não programadas, transbordamentos e manutenções fora de hora.

Melhora na segurança 

Como estamos sempre conectados, ficamos expostos a diversos riscos virtuais. Não é de hoje a grande preocupação em proteger os dados das pessoas. Ninguém quer seus dados em mãos erradas.

Trazendo para a realidade industrial, podemos pensar que, com uma quantidade vertiginosa de trocas e armazenamentos de dados em rede e na nuvem, uma planta industrial pode ficar exposta. Para evitar prejuízos para o negócio, a segurança tanto física quanto virtual, é essencial. 

O monitoramento em tempo real e de forma remota de uma planta de produção é considerado uma forma de Automação Industrial, mesmo que não esteja relacionado diretamente ao processo!

Redução de custos

O investimento inicial na transição da mão de obra humana para a automatizada pode parecer bem alto no início, pois, além da aquisição dos equipamentos, é preciso treinar funcionários para manuseá-los.

Entretanto, a longo prazo, esse investimento retorna em forma de aumento da produtividade (como já mencionamos), eliminação de desperdícios de matéria prima, tempo e, principalmente, a redução de custos com pagamento de funcionários, encargos e treinamentos futuros.

Automatizar ou não meus processos?

Depois de todo o conteúdo deste post, achamos que você já saiba a resposta!

Quando não há um controle dos diversos aspectos que ocorrem em processos industriais, podem ocorrer consequências que afetam diretamente a produção, como o desperdício de matéria-prima, paradas de planta não programadas, gastos com manutenções desnecessárias e até impactos ambientais ou ao patrimônio da empresa.

Por isso, é essencial automatizar os processos da sua indústria. Uma forma de automatização é utilizar instrumentos de controle, como nível e densidade, por exemplo. Com os instrumentos mais modernos possíveis e equipamentos de controle e armazenamento de dados, a confiabilidade dos resultados será muito maior!

Quando for escolher o instrumento de controle ideal, busque um fabricante que esteja ao seu lado e forneça suporte em todo o processo, desde a compra até depois da instalação do equipamento, além de oferecer as soluções exatas e personalizadas para as suas necessidades.

Não esqueça de assinar nossa newsletter e ficar por dentro de todas as dicas e novidades!