Como o Profissional da Engenharia Mecânica Fez a Indústria 4.0 Crescer?

Você que cursa Engenharia Mecânica ou já cursou, e trabalha na área, sabe da importância dela para o crescimento da indústria 4.0? Continue lendo e descubra!

O que é a Indústria 4.0?

A visão que a Indústria 4.0 possui é a de trazer maior produtividade e eficiência através de processos de produção autogerenciados, em que pessoas, máquinas, equipamentos, sistemas logísticos, clientes e fornecedores estabelecem uma comunicação e controle em tempo real uns com os outros. Processos de produção e logística integrados em todos os níveis da empresa criam um ecossistema mais eficiente e flexível.

A Indústria 4.0 facilita o surgimento de cadeias inteligentes de criação de valor, capazes de abranger todas as fases do ciclo de vida do produto, desde a ideia inicial, desenvolvimento, produção, uso e manutenção. Até mesmo a reciclagem de um produto pode estar conectada a nova dinâmica proporcionada pela Indústria 4.0.

Desta forma, se torna possível a utilização de dados reais da operação para antecipar necessidades, obtendo, continuamente, melhorias em cada uma das etapas do processo industrial.

A digitalização da indústria prevê a promoção de novos modelos de negócios e apresenta grandes oportunidades para pequenas e médias empresas. Parece coisa de um futuro distante, não é mesmo? Mas isso já acontece!

O Nascimento da Indústria 4.0

O 4.0 que utilizamos para falar da nova dinâmica da indústria refere-se à ideia de que estamos passando por uma quarta revolução industrial. Trata-se de uma visão completamente integrada da cadeia de valor, que alavanca a infraestrutura e as tecnologias de computação, software e internet para atingir maior eficiência produtiva. A seguir, uma breve explicação dessas 4 revoluções, acompanhe:

  • primeira: mecanização da produção e utilização de máquinas a vapor;
  • segunda: produção em massa e novas fontes de energia;
  • terceira: globalização e revolução digital.
  • quarta: internet das coisas (IoT).
Você que cursa Engenharia Mecânica ou já cursou, e trabalha na área, sabe da importância dela para o crescimento da indústria 4.0? Continue lendo e descubra!

O que significa Internet das Coisas?

O conceito central da Indústria 4.0 e da Internet Industrial das Coisas, é usar tecnologia de ponta para vincular clientes, fornecedores e manufatura, para melhorar os resultados através de comunicação em tempo real, incluindo análise, otimização e coordenação de produção.

A visão mais ampla da Indústria 4.0 prevê que a digitalização e integração de todos os aspectos da produção e do comércio, além dos limites das empresas, acabará por levar a uma produtividade e eficiência ainda maiores.

Os ganhos de produtividade e eficiência resultantes têm ainda a capacidade de alavancar maiores retornos sobre investimentos. Há também um número de outros benefícios possíveis, incluindo:

  • menor tempo de processamento (Work In Progress);
  • tempo mais rápido para o mercado (Go-to-Market);
  • melhoria da eficiência da cadeia de suprimentos;
  • maior utilização de ativos;
  • minimização de paradas de planta não programadas;
  • novos modelos de negócios.

A Indústria 4.0 tem os mesmos objetivos de toda automação: redução de custos e aumento da produtividade. Hoje, softwares analíticos monitoram continuamente controladores e/ou sistemas, identificando problemas atuais e prevendo problemas futuros.

A inovação que a Indústria 4.0 promove atinge pessoas, pesquisa e tecnologia. É importante incorporar tudo que pode contribuir com os nossos objetivos dentro da atividade que escolhemos desempenhar.

E qual a participação da Engenharia Mecânica nisso tudo?

Se voltarmos um pouco na história, fica claro o papel da engenharia como estimuladora das revoluções industriais. A necessidade de se realizar tarefas de forma diferente e eficiente sempre foi o ponto de partida para que as mudanças ocorressem.

A Engenharia Mecânica foi uma das primeiras ciências a contribuir com o processo, dado os mecanismos de articulações e movimentações.

Você que cursa Engenharia Mecânica ou já cursou, e trabalha na área, sabe da importância dela para o crescimento da indústria 4.0? Continue lendo e descubra!

O conceito de Engenharia existe desde a antiguidade, com as invenções fundamentais, como a roda, a polia e a alavanca, pelo ser humano. Essas invenções exploravam os princípios básicos da mecânica para desenvolver ferramentas e objetos práticos para a sua utilização.

A primeira máquina a vapor foi construída em 1698 por Thomas Savery, que, por conta desse feito, é considerado o primeiro engenheiro mecânico moderno. O desenvolvimento deste aparelho deu origem à Revolução Industrial nas décadas seguintes, permitindo o início da produção em massa.

Com a ascensão da engenharia como profissão, durante o século XVIII, o termo tornou-se mais empregado para designar as atividades em que eram aplicadas a matemática e a ciência.

Além das engenharias militar e civil, foram incorporadas também o que antes eram conhecidas como “artes mecânicas”.

As invenções de Thomas Savery e de James Watt deram origem à engenharia mecânica moderna!

Diante da Indústria 4.0, a Engenharia Mecânica continuará com a responsabilidade sobre toda a parte de mecanismos de movimentos e estruturas nos processos, porém, será necessária a busca por soluções que se encaixem no avanço da tecnologia 4.0.

Por exemplo: com a grandeza de informações de controle coletadas nos processos dos equipamentos, será possível realizar manutenções mais eficientes e rápidas, reduzindo desperdícios que possam gerar paradas de planta não programadas, por exemplo.

O profissional da Engenharia Mecânica pode, ainda, colaborar em momentos que a inteligência artificial e processos inteligentes não sejam tão eficientes, como no desenho de peças, dispositivos e maquinários para a indústria, além de cuidarem da inspeção de linhas de produção de processos industriais. O Engenheiro Mecânico pode, ainda, participar da implantação de testes de produtos e máquinas, e o acompanhamento da manutenção de equipamentos.

É evidente que a Indústria 4.0 necessitará de profissionais que possuam conhecimento em várias áreas e diversas habilidades para lidarem com todas as mudanças proporcionadas por essa nova Revolução Industrial, mas os conceitos básicos de cada área da engenharia não podem e nem devem ser esquecidos. As inovações e mudanças sempre ocorreram e continuarão ocorrendo, mas a essência do conceito sempre será a base para que tudo seja executado como deve.

A Indústria 4.0 está aí para contribuir com todo este cenário de tecnologia, produtividade e resultados. Automatizar os processos é fundamental para que os melhores resultados sejam gerados.

A otimização de custos em função da produtividade está fazendo todas as indústrias de pequeno, médio e grande porte aderirem a instrumentos que utilizam tecnologias de Automação e Instrumentação Industrial.

É importante buscar um fabricante que realmente esteja comprometido em ajudar você a enfrentar os seus desafios nesse momento em que a quarta Revolução Industrial está acontecendo.

Não se esqueça de assinar a nossa newsletter e obrigado pela leitura do nosso material!

FONTES

  • Mais de 35 anos de experiência em automação e controle de processos.
  • Mais de 13 mil horas de engenharia de aplicação on-site
  • Mais de 5000 soluções de instrumentação desenvolvidas