3 conceitos de Medição de Nível que você deve ter na ponta da língua

Vamos explorar alguns Conceitos de Medição de Nível que você, independente de já trabalhar no ramo ou estar pleiteando uma posição na atividade, tem que ter na ponta da língua!

O que é Medição de Nível?

Nível é a medida em altura do conteúdo líquido ou sólido de um reservatório.

A medição de nível permite:

  • A avaliação do estoque de tanques de armazenamento;
  • O controle dos processos contínuos em que existam volumes líquidos ou sólidos, de acumulação temporária, amortecimento, mistura, resistência etc.

Conceitos de Medição de Nível

1- Indicação e Controle

Indicação e Controle é um dos Conceitos de Medição de Nível mais básicos. Os indicadores de medição de nível permitem a verificação do nível “on-site” (localmente). Os indicadores exigem que o operador interprete a medição para só a partir daí tomar as medidas adequadas. Indicadores também são usados frequentemente para ajudar na calibração dos sistemas de controle.

Os sistemas de controle automático ou sistemas em malha fechada são capazes de controlar o nível em um recipiente eletronicamente. Um dispositivo de medição de nível, combinado com um transmissor, gera um sinal eletrônico, que é proporcional ao nível no recipiente. O sinal é recebido por um controlador, que opera outros dispositivos (válvulas, bomba, etc.) e, por sua vez, controla a quantidade de produto que entra e sai de um recipiente. Os recipientes controlados automaticamente também podem incluir indicadores de medição de nível.

2- Medição Pontual e Contínua

A diferença entre Medição Pontual e Contínua está entre os mais importantes Conceitos de Medição de Nível. As chaves de nível (medição pontual) são frequentemente usadas em conjunto com transmissores de nível (medição contínua) em medições de nível para um ponto único, seja este intermediário, alto, baixo, e/ou como alarme.

No entanto, as chaves de nível também podem ser utilizadas sozinhas para indicar simplesmente um estado cheio ou vazio. Limitações de tamanho e espaço, bem como a aplicação, determinarão as característica do sistema ideal.

Os transmissores de nível (medição contínua) são geralmente uma entrada independente para o sistema de controle.

Neste tipo de medição de nível, confiabilidade e repetibilidade são características mais importantes do que a alta precisão nas leituras. A exigência de precisão varia em um intervalo de 5 a 10 mm. Os transmissores de nível contínuo são fundamentais em praticamente todas as indústrias, incluindo química, petróleo e gás, energia, refino, papel e celulose, mineração, farmacêutica, alimentos e bebidas, dentre outras plantas de processo.

3- Medição com Contato e Sem Contato

O número 3 na nossa lista dos Conceitos de Medição de Nível é também fundamental. Em uma medição com contato é fundamental que parte do sistema de medição tenha uma relação direta com o conteúdo do recipiente. A RF Admitância e os Radares de Onda Guiada são os dois melhores exemplos de tecnologia aplicada à Medição de Nível.

Já se tratando de medição sem contato, nenhuma parte do sistema de medição toca diretamente o conteúdo do tanque. Métodos sem contato são preferidos quando o meio a ser controlado é especialmente abrasivo ou corrosivo.

Porém, em alguns dos casos, verifica-se uma perda de precisão na medição, devido à poeira ou pó em suspensão, ecos falsos na leitura, e dificuldade de calibração em softwares complexos específicos de cada fabricante.

Em condições extremas, o mais indicado é a Radiometria.

Mas afinal de contas, por que a medição de nível é tão importante?

A indústria vem aumentado a demanda de controle de processos a cada dia. Manter um controle adequado tem se tornado cada vez mais importante não apenas para operadores de campo, mas também para toda empresa, incluindo executivos e gerentes de diferentes setores.

Isso é resultado de dois fatores: redução dos custos de produção e aumento do foco em segurança do trabalho.

Eficiência e Redução de custos na medição de nível

O principal objetivo da medição de nível é manter o controle do processo produtivo seja em volume ou peso. Se a sua medição é eficiente, você terá como resultado um maior rendimento da produção, pois os processos serão feitos sem interrupções.

A medição de nível é um elemento fundamental dentro de um sistema de calibração de tanques. Medições de nível mais precisas aumentam significativamente a eficiência da planta. É comum encontrar níveis de precisão de até 3mm.

Por exemplo, se um silo de grãos precisa estocar uma certa quantidade de material o tempo inteiro, mas não é preenchido em sua capacidade máxima por falhas na medição, a unidade de produção poderá precisar de silos adicionais, acarretando despesa de compra e manutenção desnecessárias.

Muitos processos necessitam de um fluxo contínuo, entrada e saída de materiais. É inviável obter um fornecimento consistente com taxas variáveis ou se houver incidentes na linha de abastecimento.

Segurança do trabalho na medição de nível

A medição de nível também é feita por razão de segurança. Imagine o transbordamento acidental de um tanque de ácido causado por uma medição imprecisa.

Pode gerar um resultado catastrófico!

Assim como falamos de um incidente envolvendo ácido, também poderíamos extrapolar para diversos outros tipos de materiais comuns na indústria, como inflamáveis, reagentes, dentre outros.

Prevenir transbordamentos e detectar vazamentos também é importante para cumprir todas as regulações ambientais.

Esperamos ter ajudado você a entender um pouco mais sobre Medição de Nível!

Obrigado pela leitura de todo esse material preparado especialmente para você que está diariamente em instalações industriais.

Esperamos que tenha tirado boa parte das suas dúvidas em relação à medição de nível.

Indicadores, Controle e Medições Pontuais, Contínuas, com Contato e Sem contato foram alguns dos tópicos apresentados.

Assine nossa newsletter, baixe nosso eBook e fique por dentro dessa e de outras novidades sobre o universo da Instrumentação Industrial.

FONTES

  • Mais de 35 anos de experiência em automação e controle de processos.
  • Mais de 13 mil horas de engenharia de aplicação on-site
  • Mais de 5000 soluções de instrumentação desenvolvidas
  • SENAI. Automação: Fundamentos de Instrumentação
  • FRANCHI, C. L. Instrumentação de Processos Industriais: Princípios e Aplicações
  • SENAI. Programa de Certificação Pessoal de Instrumentação Básica