Os 5 Maiores Desafios da Medição de Nível na Indústria

Você, que trabalha com Instrumentação Industrial, deve saber que existem diversos desafios da Medição de Nível e que, para cada processo, deve escolher a tecnologia que vai lidar melhor com o desafio, certo?

A seleção do instrumento de Medição de Nível correto é baseada não somente na escolha da tecnologia, mas também nas características de aplicação e nas necessidades de instalação.

Deve-se avaliar não somente a capacidade de medição, mas também a resistência do instrumento diante dos desafios da Medição de Nível.

Neste post iremos falar sobre os 4 maiores desafios da Medição na Indústria, como eles afetam os processos e a melhor tecnologia para lidar com cada desafio!

Quais são os principais desafios da Mediação de Nível?

Durantes os processos industriais, algumas intercorrências afetam a confiabilidade da Medição de Nível, tornando-se verdadeiros desafios.

Estas intercorrências devem ser chamadas de desafios, porque não se tratam de problemas por si só, mas de eventos inerentes aos mais diversos processos industriais.

Incrustação: é aquela camada de produto acumulado que recobre os tanques de armazenamento e os medidores de nível, comprometendo a eficiência dos equipamentos.

Espuma: gerada em boa parte dos processos contínuos, também se torna um problema quando ela impede a medição precisa da grandeza pretendida.

Temperatura: quando o medidor de nível escolhido é composto por materiais que não são resistentes a altas temperaturas, a medição é comprometida. A escolha do material adequado é determinada principalmente pela temperatura e poder corrosivo do fluido.

Pó em suspensão: é a poeira que está em praticamente todas as indústrias, como a mineração, siderurgia, papel e celulose, química, petroquímica e até mesmo em portos (terminais de embarque de graneleiros).

Interfaces Complexas: são características físico-químicas diferentes dos produtos que podem ser um desafio, pois é necessário medir o nível de duas ou mais substâncias diferentes, tal qual ocorre na indústria petroquímica, por exemplo. São usados sistemas de separação para distinguir as interfaces em fases reaproveitáveis e/ou descartáveis.

Para conseguir que o processo seja eficiente, é necessário que a Medição de Nível esteja calibrada e livre de interferências para que a produção transcorra perfeitamente.

Todos esses problemas afetam negativamente a produtividade da planta ao gerar alarmes falsos, transbordamentos e até medições duvidosas.

E qual a melhor tecnologia para lidar com esses desafios da Medição de Nível?

Como já dissemos diversas vezes aqui no blog:

Não existe tecnologia universal que possa atender todas as características de Medição de Nível!

Podem ser utilizadas tanto Chaves de Nível quanto Transmissores de Nível. É necessário ver o tipo de desafio que será enfrentado.

Exemplos de processos afetados por esses desafios da Medição de Nível e suas soluções

Incrustação

O Carvão Mineral é uma das matérias primas para a fabricação do aço na siderurgia, sendo esse, por ser importado, o material mais caro e nobre.

Os longos Silos de Carvão Mineral, são abastecidos através de um Carro Tripper, que possui braços laterais que expelem o produto. Devido à queda violenta de produto causada pelos braços do Carro Tripper, gera-se pó em suspensão e muita incrustação, o que causa imprecisão na Medição de Nível Contínuo do radar de onda guiada instalado.

Em todo o processo onde há uma medição de forma contínua é essencial também que haja uma Chave de Nível instalada no topo do Silo ou Tanque como redundância, caso o Transmissor de Nível entre em falha.

É indicada uma Chave de Nível Flexível com a capacidade de ignorar completamente o pó em suspensão e a incrustação.

Espuma

Na indústria de mineração, em alguns processos, devido à forte agitação, que gera espuma, e à densidade do material, alguns medidores de nível existentes no mercado não são capazes de realizar a medição do produto com precisão. Além disso, o processo se localizava ao ar livre e, por isso, tecnologias como o radar e ultrassom sofrem interferências climáticas, fornecendo medições com grandes taxas de erro.

Transmissores de nível com a tecnologia RF-admitância são totalmente imunes a interferências no ambiente de medição, como poeira, agitação de polpa, espuma e umidade. Ao contrário do que acontece com tecnologias como radar, laser e ultrassom, a medição não é afetada por elementos que se interponham entre o transmissor e o receptor, e o risco de desvios no sinal de medição é totalmente eliminado.

Como consequência, a precisão nas Medições de Nível nos tanques aumenta, a proteção contra cavitação da bomba é garantida, as paradas de planta não programadas terão uma redução drástica e não haverá perdas geradas por transbordamentos.

Temperatura

Em diversos etapas da produção do cimento, as matérias primas e aditivos são aquecidas em processos de mistura, ou como forma de garantir que os produtos estejam desidratados, com temperaturas que variam de 80ºC a 600ºC. Em alguns desses processos, essas matérias chegam aos silos de armazenagem ainda quentes, podendo causar problemas a medidores de nível comuns.

Para as aplicações nos silos de clínquer após o alto forno, é recomendada a escolha de um elemento sensor para alta temperatura e baixa pressão, projetado para a medição de sólidos leves. É ideal para qualquer processo de calcinação, filtros e precipitadores.

Para os silos de farinha de cru, é recomendada uma solução de nível com alarmes de nível alto e baixo, ideal para recipientes de baixa pressão e temperatura moderada, suportando temperaturas até 150ºC

Para os silos de aditivos, é recomendado um elemento sensor para temperaturas moderadas e alta pressão, projetado para medição em reatores e vasos pressurizados.

A escolha dos instrumentos certos garante a precisão nas medições de nível nos silos, a redução drástica no número de paradas de planta não programadas e a redução dos custos de manutenção.

Pó em Suspensão

As Fábricas de processamento de grãos trabalham com produtos altamente incrustantes e que deixam muito pó em suspensão.

Uma solução seria a utilização de uma Chave de Nível para alarmes de nível alto em silos e tanques de processo, que fosse capaz de ignorar eventuais incrustações, eliminando as paradas de processo, evitando transbordo de produto e tornando o processo altamente confiável.

As Fábricas de processamento de grãos trabalham com produtos altamente incrustantes e que deixam muito pó em suspensão, um dos desafios da Medição de Nível

Interfaces Complexas

Podemos tomar por exemplo as Interfaces complexas em dessalgadoras eletrostáticas e separadores com temperatura e pressão elevadas. Contém uma seção inativa e de resfriamento na engenharia de montagem e vedação.

E aí? Ajudamos você a entender mais sobre os desafios da Medição de Nível?

Para saber mais sobre as diversas tecnologias existentes para combater os desafios da Medição deNível, você pode baixar o nosso ebook gratuito aqui.

A otimização de custos em função da produtividade está fazendo todas as indústrias de pequeno, médio e grande porte aderirem aos instrumentos que utilizam tecnologias de Automação e Instrumentação Industrial em seus instrumentos.

Chegou o momento de dar um upgrade na operação em que você trabalha. Converse com o seu superior e ajude ele a dar um basta nas cobranças em relação a produtividade da sua planta.

O próximo passo é buscar um fabricante que realmente esteja comprometido em ajudar vocês a enfrentarem o seu problema de medição de nível mais específico.

Esperamos que a partir de agora você tenha total segurança das tecnologias mais adequadas aos processos que envolvem incrustação, espuma, pó em suspensão e interfaces complexas.

Esperamos também que você tenha segurança para tratar de assuntos relacionados à Medição de Nível e falar acerca das tecnologias mais adequadas para os desafios enfrentados nas instalações da mais diversas indústrias.

Não deixe de assinar a nossa newsletter para se tornar especialista no assunto!

Obrigado pela leitura do nosso material e até a próxima!

FONTES

    • Mais de 35 anos de experiência em automação e controle de processos.
    • Mais de 13 mil horas de engenharia de aplicação on-site
    • Mais de 5000 soluções de instrumentação desenvolvidas