Equipamentos Radiométricos: eficiência, performance e confiabilidade

A aplicação da Automação Industrial em processos produtivos é feita sob premissas básicas e bem definidas, que são:

  • Aumento da produtividade;
  • Redução de custos;
  • Qualidade e padronização de produtos;
  • Rapidez e competitividade;
  • Aumento de segurança no processo;
  • Monitoramento e segurança.

Quando os processos são automatizados, toda a indústria é beneficiada! E é importante escolher o instrumento certo para cada processo.

Pensando nisso, preparamos um material especial sobre os benefícios de Equipamentos Radiométricos. Você pode baixar o nosso e-book  gratuito e saber muito mais sobre o tema.

É só clicar na imagem abaixo!

O que é a Automação Industrial?

A Automação Industrial é um sistema automático composto pela interligação de instrumentos receptores, indicadores remotos e locais, registradores, transmissores, controladores, válvulas, alarmes de segurança, e muitos outros;

Todos esses sistemas operam em conjunto para que um objetivo seja atingido: fornecer, de maneira precisa, todas as variáveis dos processos ao Nível 3 da Pirâmide de Automação Industrial.

Pirâmide da Automação Industrial

A Pirâmide da Automação Industrial é uma boa forma de entender um pouco mais sobre a automação como um todo.

Ela é um diagrama que representa, de forma hierárquica, os 5 diferentes níveis de controle e trabalho em Automação Industrial. Os diferentes níveis de controle de automação industrial estão expostos na Pirâmide da Automação Industrial. Desde os equipamentos e dispositivos em campo, até o gerenciamento corporativo da empresa. Cada instância que compõe a automação de uma empresa está hierarquicamente representada.

Como tudo se relaciona na prática, o topo da pirâmide não é nada sem sua base!

Equipamentos Radiométricos

Quando se fala em Equipamentos Radiométricos, algumas pessoas acabam pensando que a utilização desses equipamentos traz riscos imprevisíveis de acidentes ou de contaminação, uma vez que são utilizadas fontes radioativas para realizar a medição.

O medo vem da falta de conhecimento, então é perfeitamente normal que você tenha receio quando escuta algo relacionado à radiação.

Se todas as normas da radioproteção forem seguidas, você estará mais exposto à radiação quando voar de avião, do que trabalhando ao lado de um instrumento radiométrico!

Quais são os Equipamentos Radiométricos?

São equipamentos como as Chaves e Transmissores de Nível de Tecnologia Radiométrica. Assim como qualquer outra Chave e Transmissor, eles são utilizados para detectar o nível de diversos processos como, por exemplo, em um reservatório.

O diferencial destes equipamentos é a emissão de raios gama para a detecção do nível. Não há contato algum com o produto a ser medido. E é isso que assusta e deixa tantos profissionais da área com receio de utilizá-los.

São equipamentos bastante recomendáveis não só para a Medição de Nível Contínuo e Pontual, mas também para medir densidade em processos envolvendo sólidos e líquidos e o fluxo de massa.

Quando se fala em Equipamentos Radiométricos, alguns pensam nos riscos de contaminação, já que são utilizadas fontes radioativas. Quebre esse mito aqui!

Mas os Equipamentos Radiométricos são seguros?

A maior dúvida em relação aos equipamentos radiométricos não diz respeito à sua confiabilidade de medição, mas sim à sua segurança.

Os equipamentos que utilizam a radiometria em suas operações são seguros!

O uso de tecnologia radiométrica é tão seguro quanto qualquer outro tipo de tecnologia, desde que todas as normas sejam seguidas.

A Radiação Nuclear e os Equipamentos Radiométricos

As fontes radioativas possuem materiais que são encapsulados em módulos cerâmicos e então dispostos dentro das blindagens chumbo. Toda essa configuração é capaz de absorver a radiação gama até os limites permitidos.

Desta forma, fica ainda mais nítido que Equipamentos Radiométricos podem ser usados para indicação e controle de materiais de manuseio extremamente difíceis, como os corrosivos, abrasivos muito quentes, sob pressão elevadas e até mesmo com alta viscosidade.

As “desvantagens” do uso de equipamentos radiométricos são as leis das agências reguladoras, que tendem a ser bem rigorosas. No Brasil, a CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear) estabelece normas e regulamentos em radioproteção.

Outro ponto que faz as pessoas terem receio de investir em Medidores Nucleares é o custo, já que você não pode simplesmente comprar um equipamento nuclear e começar a usar sem maiores precauções.

Parece muito? Veja por uma outra ótica: prefere ficar sem uma Medição de Nível adequada?

Quando ocorre uma medição inadequada, a eficiência dos seus processos pode ser (e vai!) afetada de uma forma que temos certeza que não será do seu agrado. É possível calcular a eficiência do seu processo e conferir se você está perdendo dinheiro com a calculadora de eficiência. Quer saber como? Clique no botão abaixo, preencha os dados e veja o quanto você poderia estar economizando investindo em uma instrumentação de qualidade.

Quais são os cuidados na hora de implementar um Instrumento Radiométrico em sua Indústria?

Para poder utilizar equipamentos com fontes radioativas, é preciso que eles sejam licenciados junto a CNEN. Trata-se de uma autorização obrigatória, seguindo também as leis trabalhistas, de meio ambiente e segurança do trabalho, quanto a presença de emissores radiométricos na planta.

Com o fornecedor e as orientações ideais, utilizar equipamentos radiométricos traz segurança e muito mais produtividade para a sua operação!

Quando se fala em Equipamentos Radiométricos, alguns pensam nos riscos de contaminação, já que são utilizadas fontes radioativas. Quebre esse mito aqui!

Você agora já sabe que é seguro ter um instrumento radiométrico nos seus processos, sabe dos cuidados que precisa ter e também já sabe como resolver isso.

Agora considere dar um upgrade na operação em que você trabalha. Converse com o seu superior e ajude-o a dar um basta nas cobranças referentes a produtividade da sua planta. Busque um fabricante que realmente esteja comprometido em ajudar a enfrentar o seu problema de medição de nível mais específico.

Esperamos que esta leitura tenha lhe ajudado a ter mais segurança quando o assunto forem as tecnologias mais adequadas para os desafios enfrentados nas instalações das mais diversas indústrias.

FONTES

  • Mais de 35 anos de experiência em automação e controle de processos
  • Mais de 13 mil horas de engenharia de aplicação on-site
  • Mais de 5000 soluções de instrumentação desenvolvidas