Medição de Nível e a Segurança do Trabalho

Atualizado em 24/03/2021

Se você trabalha com medição de nível, desde a escolha do instrumento até o processo em si, e também com o gerenciamento de uma equipe, é fundamental saber que a sua segurança e a de todos ao seu redor está em jogo quando há algum problema na medição. Afinal, a medição de nível e a segurança do trabalho andam lado a lado.

Por isso, a seleção do instrumento que fará a medição é importante e deve ser baseada, não somente na escolha da tecnologia, mas também nas características de aplicação e nas necessidades de instalação.

Deve-se avaliar não somente a capacidade de medição, mas também a resistência do instrumento diante dos desafios da medição de nível. 

Mas você sabe quais são os problemas que podem ocorrer caso o instrumento de medição escolhido não seja o correto? Vamos conferir a seguir.

Conheça os desafios que podem afetar a segurança do trabalho

Durante os processos industriais, algumas intercorrências afetam a confiabilidade da medição de nível, tornando-se verdadeiros desafios. Essas intercorrências devem ser chamadas de desafios, porque não se tratam de problemas por si só, mas de eventos inerentes aos mais diversos processos industriais.

São elas:

  • Incrustação: é aquela camada de produto acumulado que recobre os tanques de armazenamento e os medidores de nível, comprometendo a eficiência dos equipamentos.
  • Espuma: gerada em boa parte dos processos contínuos, também se torna um problema quando ela impede a medição precisa da grandeza pretendida.
  • Temperatura: quando o medidor de nível escolhido é composto por materiais que não são resistentes a altas temperaturas, a medição é comprometida. A escolha do material adequado é determinada principalmente pela temperatura e poder corrosivo do fluido.
  • Pó em suspensão: é a poeira que está em praticamente todas as indústrias, como a mineração, siderurgia, papel e celulose, química, petroquímica e até mesmo em portos (terminais de embarque de graneleiros).
  • Interfaces Complexas: são características físico-químicas diferentes dos produtos que podem ser um desafio, pois é necessário medir o nível de duas ou mais substâncias diferentes, tal qual ocorre na indústria petroquímica, por exemplo. São usados sistemas de separação para distinguir as interfaces em fases reaproveitáveis e/ou descartáveis.

Todos esses problemas afetam negativamente a produtividade da planta ao gerar alarmes falsos, transbordamentos e até medições duvidosas.

Por conta disso, para garantir que o processo seja eficiente, é necessário que a medição de nível esteja calibrada e livre de interferências para que a produção transcorra perfeitamente.

Porque é importante a medição de nível para a segurança do trabalho

É importante lembrar que, durante o processo de medição de nível, prevenir alarmes falsos, detectar vazamentos e transbordamentos, evitar incêndios, dentre outras ocorrências, é fundamental para a indústria.

Imagine um cenário onde há vazamento acidental de um tanque de ácido causado por uma medição imprecisa de um instrumento. Esse vazamento pode gerar gravíssimos acidentes de trabalho, já que pode cair sobre trabalhadores ou contaminar o lençol freático, caso atinja o solo.

E esse é apenas um exemplo. Assim como falamos de um incidente envolvendo ácido, poderíamos citar vários tipos de materiais comuns na indústria, como inflamáveis e reagentes diversos, que causariam sérios danos. Além da maior responsabilidade que é com a vida humana, considere ainda ter que lidar com multas pesadas, indenizações e processos trabalhistas.

Imagine agora que um alarme falso ocasionando a parada não programada da planta. Paradas de planta não programadas são extremamente danosas aos processos de uma indústria, acarretando gargalos de produção. Quando um processo é interrompido de forma brusca, significa que a produtividade está sendo comprometida e o fluxo da planta não rende tudo o que deveria.

Se pensarmos na Pirâmide de Automação, você pode estar gerando um custo enorme para o topo dela.

Por fim, mas não menos importante, a má escolha do fornecedor do instrumento também pode afetar a medição de nível, comprometendo a segurança do trabalho, pois nem sempre o fornecedor dá a assistência adequada, sendo capaz de acompanhar a empresa durante todo o processo pré e pós aquisição do Instrumento.

Conclusão

Sendo assim, sabemos que a medição de nível e a segurança do trabalho precisam andar lado a lado. Esperamos que, com esse post, você possa pensar bem na hora em que for escolher e investir na instrumentação da sua empresa, levando sempre em consideração a segurança de todos os colaboradores e também, os possíveis danos que podem ocorrer caso algo saia do controle.

Afinal, existem fabricantes que realmente estão comprometidos em ajudar você a enfrentar os seus problemas com uma instrumentação industrial.

Gostou desse conteúdo? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de outras dicas e novidades!

FONTES

  • Mais de 35 anos de experiência em automação e controle de processos.
  • Mais de 13 mil horas de engenharia de aplicação on-site
  • Mais de 5000 soluções de instrumentação desenvolvidas