Medição de Nível em Sólidos – Quais os principais desafios enfrentados?

Então você precisa investir em Instrumentação na sua indústria e o preço baixo do instrumento chamou a sua atenção? Antes de decidir, espere um pouco. É importante saber de alguns fatores como se será feita Medição de Nível em sólidos ou líquidos, o tipo do material… Você não quer ter prejuízos, certo?

Quais os principais desafios enfrentados na Medição de Nível em sólidos?

É preciso pensar no Custo X Benefício na hora de se investir em um Instrumento de Medição de Nível.

Podemos tomar por exemplo dois Sensores de Nível que têm a mesma função, mas com princípios tecnológicos – e preços – diferentes.

O mais barato, que conta com partes móveis feitas de plástico, certamente funciona muito bem para líquidos ou alguns tipos de sólidos. Agora, experimente utilizá-lo na Medição de Nível de outros tipos de sólido, como cal, por exemplo.

O Sensor de Nível até vai funcionar de início, mas com o aumento da coluna de cal, a flexão das partes plásticas começa a comprometer a precisão.

Além disso, esse esforço certamente vai fazer com que ele se danifique mais rápido, significando um MTBF (Mean Time Between Failures) muito menor. Isso significa custos de manutenções frequentes, menor vida útil e, portanto, necessidade de substituição rápida.

Por outro lado, um Sensor de Nível com outro princípio, sem partes móveis, com bitola adequada, imune a incrustação ou pó em suspensão, porém mais caro, sem dúvida demanda um gasto extremamente alto para medição de água potável, por exemplo.

Ele, porém, vai ser perfeito para a medição da cal, uma vez que terá longa vida útil, medindo com precisão e sem precisar de manutenções frequentes.

Se pensarmos na Pirâmide de Automação, você pode estar gerando um custo enorme para o topo da Pirâmide que você não tem noção que vem da base dela.

Então você precisa investir em Instrumentação na sua indústria e o preço baixo do instrumento chamou a sua atenção? Antes de decidir, espere um pouco. É importante saber de alguns fatores como se será feita Medição de Nível em sólidos ou líquidos, o tipo do material… Você não quer ter prejuízos, certo?

Erros na escolha do Sensor de Nível também podem gerar danos a outros equipamentos envolvidos no processo!

Outro fator que pode ser uma grande dor de cabeça é a Não Conformidade. Podemos pensar em alguns exemplos. Imagine um processo que exija quantidades exatas de diferentes produtos em uma determinada fórmula. Medições incorretas podem inserir quantidades diferentes das necessárias, resultando em um produto fora das especificações, gerando perda de matéria prima.

Todas esses desafios acabam gerando paradas não programadas na planta, que se traduzem em custos adicionais de manutenção corretiva. É dinheiro, literalmente, indo pelo ralo.

Por fim, mas não menos importante, é a má escolha do fornecedor do Instrumento. Nem sempre o fornecedor dá a assistência adequada, sendo capaz de acompanhar a empresa durante todo o processo pré e pós aquisição do Instrumento.

Esperamos que, com o este post, você possa pensar bem na hora em que for investir na Instrumentação da sua empresa!

Existem fabricantes que realmente estão comprometidos em ajudar você a enfrentar os seus problemas com uma Instrumentação Industrial!

Obrigado pela leitura do nosso material e até a próxima!

Assine a nossa newsletter fique por dentro de outras dicas e novidades!

FONTES

  • Mais de 35 anos de experiência em automação e controle de processos.
  • Mais de 13 mil horas de engenharia de aplicação on-site
  • Mais de 5000 soluções de instrumentação desenvolvidas