Saiba como você pode fazer o Controle de Nível em tanques de distribuição de minérios

Já dissemos algumas vezes aqui no blog que um Controle de Nível feito de forma incorreta pode gerar Não Conformidades no futuro, tornando a confiabilidade dos processos industriais duvidosa.

E na Indústria da Mineração não é diferente! Continue lendo o post e saiba como realizar a Medição de Nível correta em processos altamente instáveis desta indústria!

Não Conformidade na Indústria, do que se trata?

Todo processo industrial depende de vários fatores para que ocorra de forma ideal e obedecendo aos diversos padrões e normas técnicas da indústria. 

Com certeza a cobrança para que não ocorra uma não conformidade de um produto ou processo é severa sobre os funcionários de um setor, fazendo parte da rotina de qualquer profissional de Instrumentação Industrial.

Conformidade é a adequação de um produto ou processo avaliado através de medições, testes e auditorias, tendo como intuito atender determinado requisito técnico. Todo processo na indústria está sujeito a sofrer uma não conformidade, que significa o não atendimento a algum requisito específico. 

Na maioria das vezes, a não conformidade está atrelada a processos que geram resultados fora do esperado ou insatisfatórios. Além disso, também é preciso manter alta a Confiabilidade nos processos.

Confiabilidade nos Processos

Podemos definir confiabilidade, de acordo com a NBR-5462, como a probabilidade em que, em um período de tempo determinado e com condições operacionais especificadas, um equipamento, sistema ou componente realizará, sem falhas, o que foi programado. O termo é usado como medida de desempenho de confiabilidade em processos.

Se você é um Técnico ou Supervisor de Manutenção ou Automação Industrial, sabe que a falta de um processo industrial confiável pode causar sérios danos ao trabalho. 

No processo de Medição de Nível, por exemplo, temos os desafios que podem afetar o sensor de nível, fazendo com que ele atinja leituras imprecisas.

A confiabilidade dos instrumentos é um dos fatores que afetam a produção e eficiência da planta em que você atua!

Desafios que podem afetar o Controle de Nível

Para conseguir que o processo de produção na sua indústria seja eficiente, é necessário que instrumentos de Controle de Nível estejam calibrados e livres das interferências causadas pelos desafios enfrentados pela Medição de Nível presentes na indústria, como a espuma, a incrustação, o pó em suspensão e a alta temperatura

Fora isso, todos esses desafios afetam negativamente a produtividade da planta ao gerar alarmes falsos, transbordamentos e outras Não Conformidades. Ao evitá-los, a produção poderá transcorrer perfeitamente e a confiabilidade da medição continuará alta. 

Quais são os desafios do Controle de Nível na Indústria de Mineração?

Quando falamos na Indústria de Mineração, pensamos também em exploração, extração e beneficiamento de minerais que se encontram presentes em todo o território, desde rochas até o solo. 

Podemos tomar como exemplo uma fase do processo de produção da mineração que ocorre quando a polpa de minério é bombeada do Tanque de Homogeneização para a Caixa de Distribuição.

Trata-se de um tanque de volume pequeno, que faz a constante destruição da polpa de minério para os filtros. O controle de nível na caixa da distribuição é o que determina a vazão de trabalho da bomba. Caso ocorra transbordamento da polpa, ela retornará para o tanque de homogeneização e será bombeada novamente para a caixa.

Existem diversos desafios que afetam o controle de nível nesta fase do processo de produção, já que a caixa de distribuição possui um volume pequeno, com variações de processo (de 0% a 100%) em poucos segundos, elevada agitação de produto e formação de espuma, o que torna esta medição um problema para boa parte dos instrumentos de controle de nível disponíveis no mercado.

Qual a solução para este caso?

Os transmissores de nível RF-admitância são totalmente imunes a interferências de processos, como poeiras ou pó em suspensão, incrustação, agitação, espuma. 

Ao contrário do que acontece com equipamentos dos tipos radar, ultrassom e outros mais comumente utilizados nestes processos, a medição não é afetada por elementos de processo.

Estes transmissores servem para processos com líquidos ou lamas incrustantes com densidade média ou alta, com formação de espuma, elevada agitação, em vasos, geometrias complexas ou com dificuldade de modificações mecânicas para instalação.

Eles podem ser utilizados em conjunto com um tubo concêntrico, um tubo acalmador que permite ao equipamento realizar medição de líquidos e lamas onde haja elevada agitação, formação de espuma, turbilhão e ciclos muito rápidos de enchimento.

Dependendo da escolha do fabricante que encontrará a solução, os transmissores podem possuir tecnologias responsáveis pelo fim das interferências de medição e que eliminam os efeitos da corrente resistiva.

Além disso, o equipamento ideal para este processo deve possuir um tempo de resposta menor que 100 milissegundos, para que o delay causado por esvaziamento ou enchimento rápido do tanque de processo seja evitado. 

E a solução ideal também possui grande durabilidade, para que o gasto com manutenções e reparos seja menor e, consequentemente, gere uma economia significativa.

É o fim dos alarmes falsos gerado por medições imprecisas!

A otimização de custos em função da produtividade está fazendo todas as indústrias de pequeno, médio e grande porte aderirem aos instrumentos que utilizam tecnologias de Controle de Nível em seus processos.

Chegou o momento de dar um upgrade na operação em que você trabalha e buscar um fabricante que esteja comprometido em ajudar a enfrentar problemas de instrumentação de má qualidade.

Assine a nossa newsletter e se torne um especialista no assunto!

Obrigado pela leitura do nosso material e até a próxima!

FONTES

  • Mais de 35 anos de experiência em automação e controle de processos.
  • Mais de 13 mil horas de engenharia de aplicação on-site
  • Mais de 5000 soluções de instrumentação desenvolvidas