Saiba Como os Sensores de Nível Garantem uma Medição de Nível Confiável e Otimizam a Produção na Indústria de Materiais

Material atualizado em 21/01/2021

O processo de produção de uma Indústria de Materiais possui características e desafios específicos que podem ser melhor resolvidos através da instrumentação correta e de uma medição de nível adequada. Dentro dessas tecnologias, o Sensor de Nível possui um papel essencial para otimizar os resultados e diminuir qualquer forma de prejuízo.

O processo de produção de uma Indústria de Materiais possui características e desafios específicos que podem ser melhor resolvidos através da instrumentação correta e de uma medição de nível adequada. Dentro dessas tecnologias, o Sensor de Nível possui um papel essencial para otimizar os resultados e diminuir qualquer forma de prejuízo.

Vamos entender melhor o papel dos Sensores de Nível na Indústria de Material? 

O Sensor de Nível é um tipo de medidor feito para atuar em determinados pontos fixos de nível. Esses pontos fixos são valores de nível que, uma vez alcançados, exigem o desencadeamento de alguma ação necessária para a operação ou para a segurança do sistema em que o instrumento está inserido.

Por exemplo: Sensores de Nível podem ligar uma bomba, acionar um alarme ou desencadear uma sequência de operações automáticas quando o nível atinge um ponto fixo, informando a eles através de ajustes determinados.

Não existem regras gerais para uma Instrumentação correta. Os Sensores de Nível se dividem em: Capacitivo, Vibratório, Condutivo, Borbulhador e RF Admitância, mas apenas os profissionais e fabricantes especializados em tecnologias industriais serão os mais indicados para escolher o melhor Sensor de Nível para o seu processo. 

Desafios durante a Medição de Nível

Para conseguir que o processo de produção na sua indústria seja eficiente, é necessário que os sensores de nível presentes estejam calibrados e livres de interferências causadas pelos desafios enfrentados pela Medição de Nível presentes na indústria, garantindo que a produção transcorra perfeitamente. 

Transbordamentos, alarmes falsos e níveis incorretos trazem paradas não programadas, atrasos e prejuízos financeiros. 

Não Conformidade na Indústria, do que se trata?

Conformidade é a adequação de um produto ou processo avaliado através de medições, testes e auditorias, tendo como intuito atender determinado requisito técnico. Essa comprovação compreende as etapas de calibração dos equipamentos/instrumentos de medição, a verificação do equipamento/instrumento, e as ações e decisões a serem tomadas. Logo, a não conformidade é o não atendimento a um requisito.

Todo processo industrial depende de vários fatores para ocorrer e obedece diversos padrões e normas técnicas. Com certeza, a cobrança para que não ocorra uma não conformidade de um produto ou processo é severa sobre os funcionários de uma indústria, mas muitas vezes, as consequências são fruto de uma instrumentação de má qualidade, ou de uma Medição de Nível incorreta. 

Com as tecnologias atuais é possível usar instrumentos de excelência, além de uma Medição de Nível com um Sensor de Nível calibrado e confiável, para melhorar os resultados, evitar acidentes com funcionários e problemas com o meio ambiente.

Além da conformidade, os sistemas de uma produção devem manter uma Confiabilidade nos processos, para que a produção evolua corretamente. 

Confiabilidade nos Processos

Podemos definir Confiabilidade, de acordo com a NBR-5462, como a probabilidade em que, em um período de tempo determinado e com condições operacionais especificadas, um equipamento, sistema ou componente realizará sem falhas o que foi programado. O termo é usado como medida de desempenho de confiabilidade.

Se você é um Técnico ou Supervisor de Manutenção ou Automação Industrial, provavelmente, sabe que a falta de um processo industrial confiável pode causar sérios danos ao trabalho. No processo de Medição de Nível, por exemplo, temos os desafios já citados anteriormente, que podem afetar o sensor de nível, fazendo com que ele faça leituras imprecisas.

A confiabilidade dos instrumentos é um dos fatores que afetam a produção e eficiência da planta em que você atua!

Sensor de Nível aplicado na Indústria de Materiais

Como a Indústria de Materiais abrange diversas áreas, podemos tomar, por exemplo, o abastecimento de areia em silos, que é feito por correias transportadoras. O produto é despejado em uma calha em formato de Y, antes de ser direcionado aos silos propriamente ditos. 

Com o passar do tempo, a areia despejada acaba incrustando nos sensores dos instrumentos, gerando alarmes falsos, mau funcionamento ou imprecisão nas detecções e, consequentemente, o transbordamento do silo e entupimento das correias transportadoras.

Além dos problemas com os sensores de nível e as suas medições, uma alta taxa de intervenção humana se faz sempre necessária, tornando a produção um problema para a Segurança do Trabalho. A área possui difícil acesso e é muito perigosa, com técnicos tendo que corrigir o problema a mais de 20 metros de altura.

Conclusão

Como não existe sensor de nível universal, é necessário que ele seja analisado com fornecedores e fabricantes com experiência, a fim de encontrar soluções ideais para cada produção. 

Para o exemplo utilizado acima, podemos pensar nos Sensores de Nível Pontual com a tecnologia RF-Admitância, como uma solução definitiva que garante uma medição de nível confiável e que lida com incrustações e o pó em suspensão presentes na etapa.

Através do ajuste de sensibilidade desses sensores de nível, é possível calibrar o equipamento para atuar assim que o nível de areia tocar a parte ativa do sensor, deixando o processo seguro, rápido e confiável.

Além do enfoque nos resultados da produção, a instrumentação industrial também é feita por razões de segurança no ambiente de trabalho. Imagine técnicos entrando em áreas perigosas e de difícil acesso, ou até mesmo o transbordamento acidental de um tanque de ácido causado por uma medição imprecisa de um instrumento?

Qualquer falha pode gerar resultados alarmantes, como acidentes de trabalho e danos ambientais.

Prevenir transbordamentos, detectar vazamentos, evitar incêndios, dentre outras ocorrências também são importantes para as indústrias e seus processos, pois adequando-se às regulamentações ambientais, você pode evitar problemas como multas, indenizações e processo trabalhistas.

Se você trabalha em uma indústria de materiais, a nossa dica é: converse com o responsável pela empresa, procure um profissional especializado em Instrumentação Industrial e busque uma Medição de Nível correta e de boa qualidade, para evitar problemas financeiros, trabalhistas e ambientais, e otimizar seus resultados!