Sensor de Nível na Indústria Petroquímica: Conheça as Falhas Resolvidas Pelo Uso Dessa Tecnologia

Devido à grande diversidade de Sensores de Nível disponíveis no mercado, selecionar o correto para a sua aplicação específica, pode ser difícil. Sempre dizemos aqui no blog que não existe um Sensor de Nível que funcione para todos os tipos de processos. É preciso que você entenda suas necessidades para encontrar o mais específico e efetivo possível.

No caso deste post, falaremos como um bom Sensor de Nível resolve falhas presentes na indústria Petroquímica.

Continue lendo e saiba mais!

Você sabe o que é produzido na indústria petroquímica?

Uma enorme variedade de produtos é feita com o que é produzido na indústria petroquímica, desde plásticos, produtos farmacêuticos, fertilizantes, sabonetes, detergentes, solventes, e diversos outros. Existem diversos produtos presentes no nosso dia a dia! É esse o nível de importância que essa área da indústria possui!

Possíveis falhas presentes na indústria petroquímica

Podemos tomar como exemplo irregularidades que podem ocorrer na medição dos Reservatórios do Sistema de Dosagem, causada por incrustações e pó em suspensão – desafios característicos na Medição de Nível -, e que podem ser gerados por materiais utilizados nos processos, como o cálcio e o zinco.

A incrustação é aquela camada de produto acumulado que recobre os tanques de armazenamento e os medidores de nível, comprometendo a eficiência dos equipamentos. Já o pó em suspensão é a poeira que está em praticamente todas as indústrias e que atrapalha a precisão da medição de nível.

Caso sejam escolhidos Sensores de Nível inapropriados para o processo, como um do tipo Garfo Vibratório, que possui tecnologia ineficaz diante da ocorrência de incrustação e pó em suspensão, problemas sérios podem ser gerados no futuro, como as paradas de planta não programadas e os alarmes falsos.

Além disso, o diâmetro interno dos reservatórios e direção do fluxo do produto para a montagem correta do Sensor de Nível também pode ser algo a atrapalhar o instrumento no futuro.

Devido à grande diversidade de Sensores de Nível disponíveis no mercado, selecionar o correto para a sua aplicação específica, pode ser difícil. Sempre dizemos aqui no blog que não existe um Sensor de Nível que funcione para todos os tipos de processos. É preciso que você entenda suas necessidades para encontrar o mais específico e efetivo possível.

O que são as paradas de planta não programadas?

Paradas de planta não programadas são consideradas “comuns” para grande parte das indústrias. Entre os fatores que podem gerar essas paradas, estão as falhas humanas, o aterramento e até mesmo a má qualidade e o mau funcionamento dos instrumentos de medição de nível escolhidos. Estes fatores acabam gerando alarmes falsos, transbordamentos e imprecisões nas medições.

Diversas empresas lidam com as paradas de planta não programadas como algo corriqueiro no dia a dia de trabalho e, de fato, antigamente poderiam até ser consideradas assim, mas hoje em dia não há motivos para se acreditar nisso. Uma parada não programada de planta não pode ser considerada algo normal. Ela resulta em manutenções não planejadas e gastos extras.

Sabe aquela frequência de alarmes falsos causados por acúmulo de material ou espuma que incrustam em um instrumento de medição de nível? Ou aquele Sensor de Nível do silo de farelo de milho que é preciso fazer manutenção a cada quinze dias? Cada um desses problemas gera gastos extras que podem ser evitados com a escolha de um instrumento de medição de nível correto!

Além das paradas de planta não programadas e o alarme falso gerado pelo medidor, a confiabilidade da Medição de Nível fica prejudicada, gerando riscos de Não Conformidades.

E como as falhas presentes na indústria petroquímica podem ser resolvidas?

Como já dissemos, não existe Sensor de Nível universal. Para o processo utilizado como exemplo, a melhor solução seria um Sensor de Nível com a tecnologia RF-Admitância para aplicações estáveis, resolvendo o problema do diâmetro interno dos reservatórios. O instrumento de medição de nível escolhido contaria com um revestimento em PTFE, sendo capaz de ignorar completamente a incrustação e o pó em suspensão.

Este tipo de Sensor de Nível contaria ainda com um tempo de resposta rápido, adequadamente sensível às variações de produto no processo. Seria garantia de um controle preciso diante da variedade de elementos no processo, como o cálcio e zinco.

Este Sensor de Nível seria a escolha ideal quando se busca precisão nas medições de nível, redução de riscos ambientais e o fim das perdas de produção.

Devido à grande diversidade de Sensores de Nível disponíveis no mercado, selecionar o correto para a sua aplicação específica, pode ser difícil. Sempre dizemos aqui no blog que não existe um Sensor de Nível que funcione para todos os tipos de processos. É preciso que você entenda suas necessidades para encontrar o mais específico e efetivo possível.

A otimização de custos em função da produtividade está fazendo todas as indústrias de pequeno, médio e grande porte aderirem aos instrumentos que utilizam tecnologias de Automação e Instrumentação Industrial em seus equipamentos.

Chegou o momento de dar um upgrade na operação em que você trabalha. Converse com o seu superior e contribua dando um basta nas cobranças em relação a produtividade da sua planta.

O próximo passo é buscar um fabricante que esteja comprometido em ajudar a enfrentar problemas com uma Instrumentação de má qualidade e oferecer soluções adequadas e eficientes para que estes problemas sejam solucionados.

Para falar sobre as tecnologias e equipamentos desse tipo é preciso muita experiência de mercado. Você pode conferir o nosso eBook gratuíto. o Guia de Medição de Nível em Silos e Tanques para saber mais. Clique aqui.

Não deixe de assinar a nossa newsletter e se tornar um especialista no assunto!

Obrigado pela leitura do nosso material e até a próxima!

FONTES

  • Mais de 35 anos de experiência em automação e controle de processos.
  • Mais de 13 mil horas de engenharia de aplicação on-site
  • Mais de 5000 soluções de instrumentação desenvolvidas